Na Vila, Geuvânio faz e Santos vence o Cruzeiro pelo Brasileirão

Peixe conquista a primeira vitória na competição. Com time misto, Cruzeiro perde mais uma e já acumula a segunda derrota

O Santos estreou no Campeonato Brasileiro. O Cruzeiro, bicampeão nacional, ainda não. Depois de decepcionarem na primeira rodada, no último domingo, as equipes fizeram um movimentado jogo na Vila Belmiro, no qual o Peixe foi superior e mereceu vencer: 1 a 0, gol de Geuvânio, mas poderia ter sido até mais se não fosse a má pontaria alvinegra.

Santistas comemoram o gol de Geuvânio (Foto: Ivan Storti/LANCE!Press)
Santistas comemoram o gol de Geuvânio (Foto: Ivan Storti/LANCE!Press)

A vitória serve não só para colocar o Santos mais acima na tabela como também para empolgar o torcedor e mostrar aos rivais que o campeão paulista pode sim sonhar com coisas maiores na competição nacional. Mais ligado do que na primeira rodada, quando empatou com o Avaí, o Peixe se impôs em casa e dominou a Raposa. Contudo, um dos maiores problemas da última partida voltou a ser visto neste domingo: o time cria muito, mas desperdiça oportunidades de gol na mesma proporção.

O problema foi visto na primeira etapa, mas ficou ainda mais evidente após o lindo gol de Geuvânio, minutos antes do intervalo. Os comandados de Marcelo Fernandes tiveram mais espaço, se aproveitaram da velocidade dos pontas e das enfiadas de Lucas Lima, mas cansaram de perder oportunidades, algumas delas extremamente fáceis.

Já a Raposa, que diferentemente da partida contra o Corinthians não poupou todos os seus titulares, enfrentou sérios problemas na criação. Marcelo Oliveira bem que tentou corrigir o problema trocando Arrascaeta por Gabriel Xavier no intervalo, mas o problema persistiu. Isso também porque Marquinhos e Willian estiveram muito apagadas e não conseguiram municiar Henrique e depois Joel. A válvula de escape foi pelo lado direito, setor mal coberto por Chiquinho, mas ainda assim faltou concluir mais ao gol de Vladimir.

No fim, em contra-ataque cedido inexplicavelmente pelos donos da casa, o time mineiro teve a chance de empatar com Gabriel Xavier, mas ele cabeceou mal, para fora.

Os times agora se desligam do Brasileirão e voltam a campo no meio de semana em duelos mata-matas. O Peixe visita o Sport, quarta-feira, pela terceira fase da Copa do Brasil, enquanto o Cruzeiro vai à Argentina na quinta encarar o River Plate, pelas quartas de final da Libertadores.

FICHA TÉCNICA SANTOS 1 X 0 CRUZEIRO

Local: Vila Belmiro, em São Paulo (SP)
Data/hora: 17 de maio de 2015, às 16h (de Brasília)
Juiz: Pericles Bassols (RJ)
Auxiliares: Rodrigo Correa e Rodrigo Joia (ambos do RJ)
Público/Renda: 7.246 pagantes / R$ 250.060,00
Cartões amarelos: Willians, Fabrício e Willian (CRU)

GOL: Geuvânio, 44’/1ºT (1-0).

SANTOS: Vladimir; Vicotr Ferraz, David Braz, Werley e Chiquinho; Lucas Otávio (Thiago Maia, 36’/2ºT), Renato e Lucas Lima; Geuvânio (Gabriel, 25’/2ºT), Robinho (ELano, 39’/2ºT) e Ricardo Oliveira. Técnico: Marcelo Fernandes

CRUZEIRO: Fábio; Willian Farias (Eurico, 26’/1ºT), Manoel, Bruno Rodrigo e Fabrício; Henrique, Willians, Arrascaeta (Gabriel Xavier, intervalo) e Marquinhos; Willian e Henrique Dourado (Joel, 17’/2ºT). Técnico: Marcelo Oliveira

LANCENET!

 

Comentários

comentários