Na dúvida entre Rose e Marquinhos, PMDB tenta aliança para sobreviver

Sem força para emplacar uma candidatura própria e dividido entre apoiar a candidatura da vice-governadora Rose Modesto (PSDB) e o deputado estadual Marquinhos Trad (PSD), o PMDB do ex-governador André Puccinelli busca uma aliança para sobreviver eleger ao menos uma boa representatividade na Câmara de Vereadores de Campo Grande.

Cúpula do PMDB se reuniu ontem na capita
Cúpula do PMDB se reuniu ontem na capita

De acordo com o jornal Correio do Estado, o partido esteve reunido ontem para tratar encaminhar uma política de aliança viável.

Particularmente, o ex-governador não veta apoio à pré-candidatura de Marquinhos Trad numa eventual aliança do PMDB com PSD para disputa pela Prefeitura de Campo Grande. No entanto, a reunião de ontem mostrou o partido dividido.

Uma corrente defende acordo com PSDB, outra com PSD e a terceira prefere concorrer às eleições apenas com chapa proporcional (vereadores) sem candidato a prefeito.
Depois de muita discussão, o PMDB decidiu criar comissão para conversar com os pré-candidatos dos outros partidos sobre aliança.

Os partidários por acordo com PSD alerta para o risco do PMDB ser sufocado pelos tucanos se a definição for para caminharem juntos na campanha em Campo Grande.

Comentários

comentários