Na Capital, 74 mil eleitores tem até o dia 9 de maio para fazerem biometria

Da Redação/JN

Em Campo Grande, 74,5 mil eleitores tiveram o título cancelado porque não fizeram a biometria e, agora, estão impedidos de votar nas próximas eleições. Porém, nova chance para fazer o cadastramento biométrico vai até o dia 9 de maio, quando termina o prazo – que não deve ser prorrogado. Com o feriado do Dia do Trabalho (amanhã, 1° de maio), os eleitores têm apenas 10 dias para regularizar a situação. No entanto, até agora, a procura tem sido baixa. Dos 80.058 que tiveram o título cancelado, somente 5.547 procuraram a Justiça para regularização.

Eleitores tem at[e o dia 9 de maio para regularizar de vez situação
De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE/MS), a principal orientação ao eleitor é de que não deixe para fazer o cadastro na última hora e, assim, evite filas, como ocorreram nos últimos dias do prazo anterior ao cancelamento dos títulos. Além de estar impedido de votar, quem não fizer o cadastro biométrico não poderá tirar passaporte, inscrever-se em concursos públicos, pedir empréstimo em banco público ou renovar e fazer matrícula em instituições públicas de ensino.

Na Capital, o cadastramento está sendo feito de segunda a sexta-feira, em cinco postos diferentes. Na Central de Atendimento ao Eleitor, que fica no Parque dos Poderes, com horário de funcionamento das 8h às 18h; no Centro Integrado da Justiça (Cijus), na Avenida Calógeras, são distribuídas 250 senhas por dia e o atendimento é das 12h às 18h; nos Fácil Guaicurus, General Osório e Aero Rancho, com média de 150 atendimentos por dia, das 8h às 14h.

Comentários