Mureta já teria causado 2 mortes na avenida Euller de Azevedo

Silvio Ferreira

Na sessão desta quarta-feira (16), o deputado estadual Dr.Paulo Siufi (PMDB) usou a tribuna para denunciar que a mureta que divide as pistas na avenida Euller de Azevedo – entre  os bairros Manoel Taveira e Santa Carmélia, Sírio Libanês e Jardim das Laranjeiras – e dá acesso ao bairro José Abrão e à MS-080, na saída para Rochedo, já teria causado duas mortes.

De acordo com o deputado: “A mureta que divide as duas pistas  não segue o alinhamento da via,  justamente em um retorno da avenida e já causou dois acidentes fatais. Motociclistas, em especial, não conseguem ver automóveis baixos que fazem o retorno e acabam colidindo com os veículos.”

O deputado destacou a qualidade do recapeamento da avenida – utilizada por um número crescente de condutores diariamente, que seguem em direção ao campus da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) e à sede do Departamento Estudual de Trânsito (Detran-MS), por exemplo -, mas criticou a nova configuração da via:

“Após a revitalização da Euller, caminhões de uma pedreira localizada na saída para Rochedo passaram a circular pelo José Abrão, um bairro que tem um único acesso para os moradores. O tráfego de veículos pesados está abalando a estrutura das moradias populares do conjunto”, denunciou.

O parlamentar ainda declarou que recebeu do líder do governo na Casa de Leis, deputado Prof.Rinaldo Modesto (PSDB), juntamente com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) já teriam visitado o local, depois de comunicados sobre os problemas. E o governador já teria determinado a realização de uma avaliação dos pontos que foram alvos das críticas para que as eventuais alterações sejam providenciadas.

Comentários

comentários