Mundo Novo e Ponta Porã lideram rota de contrabando de cigarros

Da Redação

Mundo Novo e Ponta Porã são as cidades preferidas para a entrada de contrabando de cigarro. É o que aponta um balanço feito pela PRF (Polícia Rodoviária de Mato Grosso do Sul) sobre as  as ações executadas em rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul.Em 2019 foram apreendidos 16,9 milhões de maços do produto.

Polícia fez apreensões recordes durante o ano passado em MS. (Foto: Divulgação).

Além do contrabando de cigarro, as duas cidades também aparecem na principais rotas de tráfico de drogas. Somente no ano passado a PRF apreendeu em Mato Grosso do Sul 6.937 toneladas de cocaína, 61,2 quilos de crack e  119,7 toneladas de maconha.

Ainda segundo o levantamento da corporação, em 2019 foram apreendidas 71 armas de fogo, 9,6 mil munições. Os dados também mostram que em Mato Grosso do Sul 2,75 pessoas foram presas e que foram recuperados 447 veículos roubados ou furtados quando eram levados para a fronteira com Paraguai ou Bolívia.

Dados da PRF também também mostram a fronteira sul-mato-grossense tem sido uma porta de entrada para os defensivos ilegais que normalmente são transportados por caminhões em meio a outras cargas. “Muitos desses agrotóxicos não possuem licença ambiental para serem utilizados no Brasil”, alerta o órgão.

Comentários