Mulher que morreu em ritual religioso foi presa por arrancar testículos do marido

Lucimeire Rocha Cabral da Silva, 46 anos, que morreu na manhã de ontem (3) ao cair de uma cachoeira na zona rural de Campo Grande, próximo ao Clube do Laço, na saída para Rochedo, quando participava de um ritual religioso quando ela caiu é a mesma pessoa que, no dia 5 de fevereiro de 2009 arrancou com a unha os testículos do marido João Carlos Francisco de Carvalho, à época com 54 anos.

De acordo com a Polícia Civil, Lucimeire foi até a casa de familiares de seu companheiro João Carlos, na Rua Gonçalves Dias, Bairro Aeroporto, em Corumbá, onde pessoas consumiam bebida alcoólica.

A mulher passou a discutir com as pessoas que estavam no local, ocasião em que foi agredida pelo homem. Durante a briga, ela segurou na genitália e arrancou os testículos de João Carlos.

A vítima foi socorrida por equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhada para o pronto socorro municipal, onde foi submetida a cirurgia. e a mulher foi presa por lesão corporal doméstica dolosa

Comentários

comentários