Mulher perde voo e se mata ainda no aeroporto

Informada de que devia comprar nova passagem, ela disse que não tinha dinheiro e chorou. Polícia acredita em suicídio

Amigos de Jacky Sutton dizem que é'impossível que ela tenha se matado' Foto: Reprodução Facebook
Amigos de Jacky Sutton dizem que é’impossível que ela tenha se matado’
Foto: Reprodução Facebook

Turquia – Uma inglesa apareceu enforcada neste domingo em um banheiro do Aeroporto Internacional de Istambul, na Turquia, em um aparente caso de suicídio, após ter perdido uma conexão aérea para o Iraque, informou a agência turca Dogan.

Segundo a agência, a ex-jornalista da “BBC” Jacky Sutton, de 50 anos, chegou a Istambul às 21h58 em voo procedente de Londres. Em Istambul deveria embarcar pouco após a meia-noite em outro avião com destino a Erbil, no Iraque.

A mulher perdeu o avião e perguntou a funcionários do aeroporto sobre solução alternativa, e foi informada de que devia comprar nova passagem já que a companhia não era responsável pela perda do voo.

Após explicar que não tinha dinheiro e chorar, a passageira se dirigiu ao banheiro, onde foi achada depois pendurada com os cordões dos sapatos em um gancho na porta de uma cabine.

Segundo o “Daily Mail”, amigos de Jacky afirmam que é “impossível que ela tenha se matado”.

A jornalista estaria trabalhando como diretora de um instituto que denuncia a guerra no Iraque, de acordo com a piblicação. A morte de Jacky ocorreu cinco meses depois de seu antecessor no cargo ser morto em um ataque a bomba em Baghdad.

MEIA HORA

Comentários

comentários