Mulher morre de dengue hemorrágica em Dourados ; 5º caso confirmado em MS

Foi confirmada a primeira morte por dengue na cidade de Dourados. Uma mulher de 26 anos, moradora no Jardim Santo André, contraiu a dengue do tipo hemorrágica e faleceu quatro dias após apresentar os sintomas da doença.

16dengue

Segundo a vigilância epidemiológica, a mulher teria sentido os sintomas clássicos da dengue no dia 4 de abril e no dia 6 foi internada no Hospital da Vida. Dois dias depois (8) não resistiu e morreu. Foram coletados materiais e o resultado do exame saiu na quinta-feira, confirmando a morte pela doença.

Dourados, segundo boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, enfrenta alta incidência de dengue. São 667 casos notificados. No estado já foram confirmados cinco óbitos por dengue e outros quatro estão sob investigação.

Hemorrágica

A dengue hemorrágica é mais comum quando a pessoa está sendo infectada pela doença a segunda vez. Nela, o quadro clínico se agrava rapidamente, apresentando sinais de insuficiência circulatória e choque, podendo levar a pessoa à morte em até 24 horas. De acordo com estatísticas do Ministério da Saúde, cerca de 5% das pessoas com dengue hemorrágica morrem.

O doente pode apresentar sintomas como febre, dor de cabeça, dores pelo corpo, náuseas ou até mesmo não apresentar qualquer sintoma. O aparecimento de manchas vermelhas na pele, sangramentos (nariz, gengivas), dor abdominal intensa e contínua e vômitos persistentes podem indicar a evolução para dengue hemorrágica. Esse é um quadro grave que necessita de imediata.

Com Informações Dourados Agora

Comentários

comentários