Mulher leva martelada na cabeça após denunciar marido que não aceita separação

Uma mulher de 24 anos precisou de atendimento médico após levar uma martelada na cabeça por denunciar o marido por violência doméstica, nessa sexta-feira (14), em Itaporã, região sul do estado.

Martelo que homem usou para acertar a cabeça da esposa que está internada, em Itaporã. — Foto: Divulgação/Polícia Militar

De acordo com a ocorrência, a vítima teria sido agredida horas antes com socos no rosto, chutes, teria sido arrastada pelos cabelos e ameaçada de morte: “Agora você vai morrer”.

O homem ainda reforçou, que caso ele fosse preso e ela fugisse, ele iria até a cidade de Rondonópolis (MT) matar a irmã mais nova dela.

Durante a primeira abordagem, os militares descobriram que as agressões físicas e psicológicas contra a vítima, eram constantes. Com medo, de início, a mulher negou que foi agredida. O homem não foi encontrado no local.

A vítima apresentou hematomas abaixo do olho esquerdo e nariz . Ela informou que conviveu com o homem por 5 anos e há 2, estavam separados. Durante as agressões, o suspeito ainda teria pego os documentos dos dois filhos e alegou que a guarda ficaria com ele.

Conforme a ocorrência, após retornar da delegacia, na tarde desta sexta feira, a vítima foi novamente agredida. Ela teria levado uma martelada no centro da cabeça e foi socorrida após os dois filhos do casal gritarem por socorro. Ela está internada e não corre risco de vida.

Segundo a polícia, o homem foi preso em um terreno próximo a casa do casal. As crianças estão sob tutela de um vizinho. A casa do crime passará por perícia e o caso foi registrado como tentativa de feminicídio.

Comentários