Mulher é libertada depois de passar três dias sendo torturada pelo marido

Uma mulher de 28 anos foi mantida em cárcere privado durante três dias em uma casa no centro de Rio Brilhante, a 165 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o boletim de ocorrência, no final da tarde de ontem (10), a Polícia Militar recebeu uma denúncia informando que uma mulher estava sendo mantida em cárcere privado pelo marido, Aguinaldo Rocha da Silva, de 42 anos, desde o sábado (8).

Agressor foi preso em flagrante - Foto: Olimar Gamarra/Rio Brilhante News
Agressor foi preso em flagrante – Foto: Olimar Gamarra/Rio Brilhante News

Os policiais foram até o local e ouviram gritos da mulher pedindo socorro. Os militares foram até a janela do banheiro, onde foi possível ver que Aguinaldo estava ameaçando com a vítima com uma faca. Após negociações, o autor soltou a mulher e se entregou para a polícia.

Após ser solta, a vítima contou aos policiais que foi agredida pelo marido várias vezes, mostrando machucados por todo o corpo e suja de sangue. Ela também contou que o autor usou faca, barra de ferro e lâmina de barbear para torturá-la.

A mulher foi encaminhada para o Hospital Municipal da cidade, onde recebeu atendimento médico. Aguinaldo foi preso em flagrante e levado para a delegacia da cidade.

Kerolyn Araújo

Comentários

comentários