Mulher acusada de encomendar estupro de jovem após festa é presa em Dourados

Policiais da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher) prenderam no início da tarde desta quinta-feira (21), Lindalva Valdez, 38. Ela é acusada de ser a mandante do estupro cometido por cinco pessoas no dia 10 de maio na Aldeia Bororó, Reserva Indígena de Dourados.

A ação ocorreu após mandado de prisão preventiva expedido pelo juiz da 2ª Vara Criminal do município, Marcos Vinícius de Oliveira Elias.

De acordo com a delegada Rozeli Dolor Galego, a mulher teria contratado os suspeitos por vingança à vítima que teria matado um familiar seu em 2012, relembre aqui.

O CASO

A jovem foi estuprada nas dependências da Aldeia Bororó quando deixava uma festa. Os participantes da ação foram os irmãos Edemil Arce Isnarde, 26, o ‘Zéri’, Oimando Arce Isnarde, 20, conhecido como ‘Caimando’, Aufifo Arce Isnarde, 23 e um adolescente de 12 anos, além do tio deles, de 15 anos.

Este último foi quem foi contatado e recebeu a quantia de R$ 80 para realizar a ação.

Ainda conforme informações da delegada, o ato foi cessado porque a vítima desmaiou e os participantes entenderam que estaria morta.

Após o fato, a jovem foi encontrada por populares que a encontraram acionaram o socorro e a levaram para o Hospital Universitário.

Os suspeitos pela autoria acabaram presos no final da tarde do mesmo dia e foram reconhecidos pela vítima.

Comentários

comentários