“MS não precisa de Sassá Mutema”, diz Marun sobre pré-candidatura de magistrado

Da Redação/JN

Polêmico em suas falas, o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (MDB), criticou na manhã desta segunda-feira (23/4) em Dourados, as pré-candidaturas de juízes aposentados no pleito desse ano.

Marun durante entrevista em Dourados – Crédito: Vinicios Araújo

Segundo o Dourados News, referindo-se como ‘salvadores da pátria’, o deputado federal remeteu até o personagem de Lima Duarte, Sassá Mutema, na novela O Salvador da Pátria, para falar de Odilon de Oliveira (PDT) e Joaquim Barbosa (PSB), que se filiaram recentemente em seus partidos e podem disputar as eleições desse ano.

“O país e o Mato Grosso do Sul não precisam de salvadores da pátria, ‘Sassá Mutema’. Precisamos de gente que tenha capacidade de gerir tanto o Brasil, quanto o Estado e são várias as qualidades necessárias para isso. Conhecimento mínimo de gestão pública, transito livre com a classe política… caso contrário as coisas não avançam”, disse aos jornalistas.

Em seguida, Marun alegou respeito pelo juiz aposentado Odilon de Oliveira por suas ações como magistrado, porém, disse que não votaria nele.

“O Joaquim Barbosa não terá meu voto e aqui [em MS] da mesma forma. Tenho grande respeito com o juiz Odilon pelo seu magistrado, acho até que era uma pessoa que poderia somar num processo político nacional, mas não votaria dele para governador”, citou.

 

Comentários