“MS já recebeu mais de 2 bilhões”, explica Rinaldo que defende manutenção do Fundeb

O deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB) usou a tribuna durante sessão desta quinta-feira (6) para defender a manutenção do Fundo Nacional para o Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização do Magistério (Fundeb), que foi criado em 2006 e vencerá em 2020. Ele afirmou que o Fundeb já repassou até R$ 2.440 bilhões ao Mato Grosso do Sul e é reflexo da arrecadação de oito tributos.

Foto: Luciana Nassar/ALMS.

“A União só repassa um auxílio para Educação que gira em torno de 10% a mais a oito estados. Infelizmente o nosso não está entre os que recebem. E é fato notório que muitas transformações sociais são frutos da Educação e precisamos de mais investimentos”, disse Rinaldo.

O encerramento do prazo foi debatido em Seminário Estadual realizado na segunda-feira (10) no Centro de Convenções Rubens Gil de Camilo e organizado por parlamentares da Comissão Especial do Fundo na Câmara Federal, que analisam a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 15, que visa manter a perenidade do Fundeb.

“O Seminário foi excelente. Reuniu a todos que defendem a Educação, independentemente de cor partidária, foi falado que o que nos une é muito maior do que o que nos separa. Vimos países sendo devastados por guerras e se reerguendo por ter investido na Educação”, explicou o deputado.

O líder do Governo na Casa de Leis, deputado Barbosinha (DEM), pontuou que de janeiro a maio foram repassados R$ 477 milhões ao Estado via Fundeb. “Concordo com a manutenção do Fundo, pois temos dentre os beneficiados mais de oito mil alunos da Educação Especial que dependem dos recursos do Fundeb. O Governo Federal precisa se sensibilizar diante disso para o bem da Educação nos estados”, ressaltou.

*Com informações da Agência ALMS

Comentários