MS já conta com 60 mil vacinas contra a febre amarela

Em Mato Grosso do Sul, todos os municípios do estado estão abastecidos com as vacinas contra a Febre Amarela. Mais de 60 mil vacinas se encontram em estoque para atender os municípios que necessitarem recompor as suas unidades. A Organização Mundial da Saúde considera que apenas uma dose da vacina já é suficiente para a proteção por toda a vida. No entanto, como medida adicional de proteção, o Ministério da Saúde definiu a manutenção do esquema de duas doses da vacina febre amarela no Calendário Nacional, sendo uma dose aos noves meses de idade e um reforço aos quatro anos.

Com a repercussão dos casos de febre amarela registrados no estado de Minas Gerais, a Secretaria de Estado de Saúde recomenda para aqueles que não se vacinaram que procurem uma unidade de saúde próxima para atualizar seu cartão de vacinação. Nos últimos anos, Mato Grosso do Sul registrou dois casos confirmados de febre amarela sendo um em Corumbá (2010) e outro no município de Bonito (2015) não possuindo casos ou notificações recentes da doença.

Reforço

Com o surto de febre amarela, o Ministério da Saúde decidiu reforçar a distribuição da vacina contra a doença em 11,5 milhões de doses. Este ano, 5,5 milhões de vacinas já foram repassadas aos estados. Em anos em que não houve surto, foram distribuídas entre 800 mil e 1 milhão de doses do imunizante em todo o país, segundo a coordenadora do Programa Nacional de Imunizações, Carla Domingues.

Imunização 

O método vacinal da febre amarela é de duas doses, tanto para adultos quanto para crianças. As crianças devem receber as vacinas aos nove meses e aos quatro anos de idade. Assim, a proteção está garantida para o resto da vida. Para quem não tomou as doses na infância, a orientação é tomar uma dose e um reforço, dez anos depois da primeira. As orientações são apenas para as pessoas que vivem ou viajam para as áreas de recomendação da vacina.

Comentários