MS: Abertura de empresas em 11 municípios registra melhor janeiro em cinco anos

Lúcio Borges **

A abertura de quase 500 empresas faz Mato Grosso do Sul registrar o melhor desempenho em meses de janeiro, entre os últimos cinco anos. A boa noticia para ou do empresariado estadual vem com dados divulgados nesta quarta-feira (13), pela Jucems (Junta Comercial de MS). O órgão até comemora pontuando que o ‘ano começa confirmando a tendência de melhora na economia. Veja abaixo a tabela dos números dos anos anteriores, que já no ano passado vinha crescendo e em 2019 até ‘estourou’ ante aumento de 45 empresas a mais que no janeiro passado. Há quatro anos, tinha sido o último melhor ano de abertura de negócios no Estado.

A  Jucems registrou, em janeiro, a abertura de 490 empresas, melhor resultado dos últimos cinco anos para o mês, entre 11 municípios de MS. Quase dois terços do total de empresas abertas, no mês passado, 315, se enquadram no setor de serviços. A outra parte, outras 147 são firmas comerciais e 28 são indústrias. Transportes, consultórios médicos e odontológicos e lojas de artigos de vestuário e acessórios são subsetores que se destacam.

“Campo Grande concentra o maior número de novas empresas (200), seguida de Dourados (16), Ponta Porã (12), Paranaíba, Naviraí, Nova Andradina e Rio Brilhante, com 11 empresas cada. Ainda em janeiro, a Jucems registrou 1.749 alterações nos registros de empresas e 206 extinções”, aponta dados divulgados pelo presidente da Junta, Augusto Cesar Ferreira de Castro.

O aumento é visto ou avaliado entre as “mudanças no cenário político nacional e os indicadores da economia estadual, para influenciar a tomada de decisão por parte dos empreendedores” , aponta o secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck.

Relações

O secretário ratifica e exalta que “Há uma relação direta entre a confiança do empreendedor e o aumento do número de abertura de empresas. Temos acompanhado mês a mês esse comportamento, não só na quantidade quanto na qualidade dos novos negócios. Demonstra a vitalidade de nossa economia, o que atrai mais investimentos, gera empregos, aumenta o consumo, melhora a performance do Fisco, estimula um ciclo de crescimento em todos os setores”, diz o secretário.

Já a modernização dos serviços da Jucems Digital agiliza os processos e contribui para o saldo positivo na abertura de empresas, pontua o presidente da Junta, Augusto Cesar Ferreira de Castro.

“A Jucems Digital está em atividade desde novembro do ano passado e permite que serviços como constituições, alterações, extinções e arquivamento de outros documentos de interesse do empresário, além de emissão de certidões, possam ser feitos de forma remota, pela internet, a qualquer horário do dia. O sistema trouxe agilidade e simplicidade ao processo de abertura de empresas, um antigo gargalo que afetava o setor empresarial e que foi resolvido”, lembra Castro.

Tabela

Veja na tabela o desempenho dos meses de janeiro nos últimos cinco anos com relação à abertura de empresas:

Jucems – Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul
Exercício 2015 2016 2017 2018 2019
Janeiro 446 332 427 445 490

 

** Com informações da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar

Comentários