Movimento investe em conscientização para reduzir acidentes no trânsito

Da Redação/JN

Para chamar a atenção sobre a violência no trânsito, o prefeito Marquinhos Trad, vice-prefeita Adriane Lopes, autoridades e forças militares que atuam no setor se uniram na manhã desta quinta-feira para abertura oficial do “Movimento Maio Amarelo”. O evento tem por objetivo alertar a população sobre os cuidados no trânsito, para reduzir o número de acidentes.

 

“Investir em tecnologia, endurecer as leis no trânsito ajuda, mas o que estamos fazendo é alertar sobre a educação e comportamento no trânsito. Os motoristas devem evitar o excesso de velocidade, não dirigir falando ao celular. Essas medidas são simples e ajudam a reduzir os acidentes no trânsito e preservar vidas”, frisou o prefeito Marquinhos Trad.

O diretor-presidente do Departamento Estadual de Trânsito (Detran-MS), Gerson Claro Dino, destacou a importância da união das forças para combater os acidentes no trânsito. “O Movimento Maio Amarelo representa a união de todos num só objetivo, que é a redução dos acidentes. Esta campanha é um chamamento para engajar a população e mudar o comportamento no trânsito”, avaliou.

A promotora de Justiça Filomena Aparecida Depolito Fluminhan lembrou que o mês de maio é para a população refletir sobre o trânsito e também os traumas após os acidentes. “Os acidentes no trânsito causam um impacto nos hospitais, elevando as demandas das internações. Tudo pode ser evitado com a direção defensiva”, ressaltou.

O vereador Eduardo Romero se pronunciou em nome da Câmara Municipal de Campo Grande e destacou a ação integrada de todas as forças. “Esta campanha é muito importante porque une todos os setores do trânsito, mas devemos alertar que não são a leis que vão resolver os acidentes, são ações como esta e a conscientização de todos que utilizam as vias do trânsito”, declarou.

O Agente de Trânsito, Eder Vera Cruz, do setor da Agetran de Educação para o Trânsito, reforçou que a movimento será estendido até as escolas. “Nas escolas falamos para os estudantes como obedecer a sinalização, como andar de bicicletas nas vias. A educação no trânsito também começa em casa, sendo responsabilidade dos pais que é solidificada com os educadores, levando crianças a criar hábito de transitar com segurança pelas vias da cidade”, contou.

O diretor-presidente da Agetran, Janine de Lima Bruno destacou que a campanha “Maio Amarelo” tem a finalidade de evitar e reduzir acidentes. “Paralelo à campanha, os agentes de trânsito, militares vão unir esforços e realizar blitz no trânsito. Com o aumento da fiscalização, os condutores com a documentação em dia sentem mais segurança. As ações educativas ajudam reduzir os acidentes e com união de todas as forças os resultados são melhores”, frisou.

O evento contou com apoio da Polícia Militar Rodoviária Estadual (PRE), Polícia Rodoviária Federal (PRF),  Polícia de Trânsito (BPTRAN) e o Comando do Policiamento Metropolitano (COM). Corpo de Bombeiros, Agentes Municipais de Trânsito, Serviço Móvel de Urgência e Emergência (SAMU) e do Grupo de Teatro Chico Maria.

Comentários