Motorista que matou 5 na BR-262 em MS sai da cadeia após pagar R$ 3 mil

Acidente deixa cinco mortos na BR-262, perto de Ribas do Rio Pardo (Foto: Reprodução/ TV Morena)
Acidente deixa cinco mortos na BR-262, perto de
Ribas do Rio Pardo (Foto: Reprodução/ TV Morena)

O motorista Roberto Benites de 35 anos que causou acidente na BR-262 com cinco mortes pagou uma fiança de R$ 3 mil e vai responder em liberdade por homicídio doloso. O acidente ocorreu no último sábado (3) quando ele seguia para Ribas do Rio Pardo, região a 84 km de distância de Campo Grande, e invadiu a pista contrária colidindo de frente com um veículo. Ele foi preso no mesmo dia.

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os dois veículos pegaram fogo. No acidente morreu uma família inteira, além da mulher do motorista de 35 anos que causou o acidente. No carro dele, foram encontradas latas de cerveja, por isso o crime é doloso, quando há intenção de matar.

O delegado responsável pelo caso, Thiago Macedo, afirmou que o condutor tinha ingerido bebida alcoólica por oito horas antes de dirigir na rodovia. O casal estaria na casa de conhecidos em Água Clara, região leste de Mato Grosso do Sul e decidiram ir para Ribas do Rio Pardo.

No dia do acidente, Roberto seguia num Fiat Palio com a esposa Marlen Alves Costa, 21, quando ao tentar ultrapassagem bateu de frente com o Renault Sandero conduzido pelo pastor Wanderson Duarte, 31, que tinha como passageiros a esposa Hellen Rolon de Souza Duarte, 31, os filhos Gabriela Duarte de Souza, 8, Lucas de Souza, 12, e a pastora Jocelise Pereira de Oliveira, 34. Helen e o autor foram os únicos sobreviventes. Após a colisão, os veículos pegaram fogo e três pessoas morreram carbonizadas.

Conforme o delegado, depoimentos de familiares da esposa do motorista indicam que era rotina dele dirigir embriagado. A mãe da mulher e a esposa dele contaram também à polícia que ele costumava fazer em 30, 40 minutos o trajeto entre Água Clara e Ribas do Rio Pardo.

Comentários

comentários