Motorista desaparece depois de sofrer acidente em ponte e cair no rio

Desde a noite desta sexta-feira (11), continua desaparecido o recruta da 2ª Companhia do Exército de Três Lagoas, segundo informações do Portal A Verdade Online, o jovem, Washington Luiz Amorim, de 19 anos, estava voltando para casa após comprar um veículo, Vectra, de cor prata, placas KPJ 0078, na cidade de Pereira Barreto/SP, porém por volta das 18h35, enquanto atravessava a ponte que liga os municípios de Pereira Barreto a Andradina, ao que tudo indica, o recruta Luiz, como é conhecido, perdeu o controle do veículo e bateu nas guarnições da ponte do lado direito da pista atravessando até seu carro ficar atravessado na pista contrária, e em seguida seu carro foi atingido pelo Santana, placas DLS 9147, da cidade de General Salgado, que era conduzido pelo representante de cosméticos, Robson, que pediu para não ter seu sobrenome publicado, temendo represarias.

Fotos Averdadeonline
Fotos Averdadeonline

Segundo informações do site Averdadeonline, Robson contou que trafegava no sentido Andradina/Pereira, logo atrás da viatura da Polícia Civil de Andradina, que era conduzida pelos investigadores Marcel e Jota, e quando estava aproximadamente no meio da ponte viu quando os Policiais desviaram repentinamente do Vectra que estava atravessado em meio a pista e por pouco não bateram em um outro veículo que vinha no sentido contrário, porém em uma decisão rápida ele não teve a mesma sorte, pois não teve alternativa, para não se chocar de frente com o veículo que vinha no sentido contrário acabou batendo no veículo do recruta.

“Eu tentei frear mais não consegui foi tudo muito rápido e impossível de evitar a colisão”. Disse o motorista do Santana que estava com a esposa no momento do acidente. Eles não se feriram, apesar do grande susto.

Os investigadores que estavam levando três presos para a cadeia Pública de Pereira Barreto, contaram a nossa reportagem que quando viram o carro atravessado na pista só deu tempo de tirar a viatura (Hillux) para esquerda e depois para a direita para não bater de frente com o veículo que vinha na pista contrária.

“Foi tão rápido, quando iniciamos uma pequena subida existente na ponte nos deparamos com o Vectra quando consegui desviar foi meio que no instinto e até mesmo por Deus, eu puxei o volante e consegui desviar evitando a batida, os presos que estavam no corro da viatura assistiram tudo eu só ouvi quando um deles apavorado gritou, Nossa um cara voou. Disse Marcel.

Segundo o Cabo Rocha da Polícia Rodoviária que atendeu a ocorrência, o jovem recruta, após a batida ainda atordoado pela pancada que recebeu ao bater a cabeça no para brisas do veículo, saiu de seu carro e quando ainda estava em pé próximo ao porta malas do Vectra, quando o Santana atingiu seu carro fazendo ele girar violentamente na batida atingindo Washington arremessando-o no rio Tietê.

Apenas a boina do recruta foi encontrada próximo ao veículo que foi parar na guarnição da ponte que ficou com uma pequena marca de sangue do rapaz.

Os homens do corpo de bombeiros realizaram busca de barco nas proximidades da ponte, porém até as 23h quando as buscas foram interrompidas o corpo do recruta ainda não havia sido localizado.

O proprietário da loja de carros que vendeu o Vectra para o rapaz disse que ele estava muito feliz e por estar chovendo muito, aconselhou o rapaz a não voltar naquele mesmo dia porém o jovem disse que não via a hora de mostrar o carro que havia comprado para sua mãe.

Um amigo que serve o Exército com Washington o levou de moto para comprar o carro, mas preferiu não arriscar, e resolveu dormir em Pereira Barreto. Ao saber do acidente ficou arrasado com a tragédia. Foi ele quem avisou a mãe do recruta e posteriormente seus superiores do Quartel em Três Lagoas.

A equipe do Corpo de Bombeiros retornará as buscas assim que o sol nascer, mas há poucas esperanças de encontrar o rapaz ainda com vida.

Comentários

comentários