Motorista de Aplicativo foi morto por conta de ciúmes entre casal de passageiros

Motorista de aplicativos Rafael Baron, de 24 anos, foi morto, na noite de ontem (13), por conta de ciúmes que Igor César de Lima Oliveira, de 22, estava sentindo da esposa, também de 22 anos. O crime aconteceu em frente ao condomínio Reinaldo Buzanelli, onde o casal vive, no Bairro Campo Nobre, em Campo Grande.

Igor Cesar de Oliveira, suspeito do crime — Foto: Polícia Civil/Divulgação

Igor tem passagem por roubo e é procurado. A polícia acredita que a arma utilizada no crime ainda está com ele. De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Ricardo Bernardinelli, o motorista de aplicativo foi morto por um motivo banal. Igor voltava de um posto de saúde com a esposa grávida quando o crime ocorreu.

“O motorista viu que ela estava com uma tipóia no braço e perguntou o que tinha acontecido, ela esclareceu que foi um acidente, ele perguntou como tinha sido o acidente, ela disse que estava sozinha, que foi de moto. Isso foi suficiente, segundo nossas testemunhas, para que o autor mudasse o semblante dele e passasse a ter outro comportamento”, explicou o delegado.

Rafael foi morto assim que chegou no condomínio em que o casal mora.

“Enquanto a mulher fazia o pagamento da corrida, o Igor saiu rapidamente do veículo, pulou a janela do apartamento e já retornou com a arma de fogo, acreditamos que seja um revolver calibre 38, e sem dar nenhum tipo de chance para a vítima efetuou dois disparos a queima roupa”, completou.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui