Motorista acusada de matar idosa será interrogada nesta segunda

Da Redação

Ela bateu cabeça de idosa no meio-fio até a morte após discussão

Pâmela Ortiz de Carvalho, 36 anos, acusada de matar a idosa Dirce Santoro Guimarães Lima, 78 anos, será interrogada amanhã, pela 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande. Audiência de instrução e processo está marcada para começar às 14h25 e estão previstos depoimentos de sete testemunhas, sendo a ré a última interrogada.

Pâmela Ortiz de Carvalho confessou o crime – Foto: Reprodução.

Das testemunhas, cinco são de acusação, sendo dois investigadores de polícia, um deles apontado como ex-namorado da acusada. As outras duas testemunhas são de defesa.

Crime aconteceu no dia 23 de fevereiro deste ano, no bairro Jardim Carioca, após a idosa discutir com Pâmela, que era motorista de aplicativo, em razão da acusada ter usado cartão de crédito da vítima para compras pessoais sem autorização.

Durante a discussão, a vítima desceu do carro, momento em que a motorista passou a agredi-la, batendo a cabela da idosa contra o meio-fio até matá-la. Após a morte, a mulher ainda arrastou o corpo até o fundo de um terreno próximo, o escondeu em um local mais baixo e cobriu com lixo.

Na época, vizinhos estranharam o sumiço da idosa e registraram boletim de ocorrência por desaparecimento. Durante investigações, câmeras de segurança foram analisadas e mostraram a vítima entrando no carro da acusada. Inicialmente, ela negou o crime, porém, acabou confessando o assassinato.

Vizinhos de Dirce contaram que suspeita a conheceu quando ofereceu os serviços de motorista que fazia para pessoas idosas. Diferente do que foi dito por Pâmela, que contou ter conhecido a senhora em um posto de saúde.

Pâmela responde por homicídio doloso duplamente qualificado por motivo fútil e meio cruel e ocultação de cadáver. Ela aguarda o processo presa.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui