Motociclista morre ao bater na traseira de carro atravessado na rodovia

Motorista bateu no canteiro central da BR-163 e deixou o veículo atravessado na pista, sem sinalizar o local. Motociclista bateu na traseira do carro, foi socorrido, porém, morreu no hospital.

O motociclista Tiago Fernando dos Santos, de 27 anos, morreu na noite de sexta-feira (21), em um acidente de trânsito na BR-163, em Dourados, a 214 quilômetros de Campo Grande. O jovem bateu com uma moto em Volkswagen Santana que estava atravessado na pista. Segundo a polícia, o motorista do carro estava embriagado e foi preso em flagrante.

De acordo com o boletim de ocorrência, por volta das 18h30 (de MS), um motorista de 34 anos seguia pela rodovia, perdeu o controle do veículo, perto da entrada do bairro Parque dos Estados e bateu no canteiro central.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o carro ficou obstruindo a pista, que não foi sinalizada. Cerca de 20 minutos depois, o motociclista passava pelo local e bateu na traseira do carro. O jovem foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos.

Ainda de acordo com o boletim de ocorrência, o motorista que teria provocado o acidente apresentava sinais de embriaguez e o teste do bafômetro teria comprovado a suspeita dos policiais, o resultado não foi divulgado. O caso foi registrado na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac), no Centro de Dourados

No relatório, os peritos do Centro de Prevenção de Acidentes Aéreos constataram que a empresa MS Táxi Aéreo, que alugou o avião para a família do apresentador, orientava os pilotos a não informar, nem anotar no diário de bordo os problemas dos aviões para não ter de parar as aeronaves nas oficinas de manutenção.

E quando um piloto se negava a fazer um voo por falta de segurança, era substituído por um outro piloto prestador de serviço. Tanto a direção da empresa quanto o piloto, Osmar Frattini, não quiseram gravar entrevista.

Comentários