Motociclista bêbado fura blitz e só para após bater e ainda diz que vai de ‘Uber’

Um motociclista de 23 anos foi preso, na madrugada desta terça-feira (13), por conduzir o veículo embriagado em Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, furou uma blitz de trânsito da Polícia Militar, bateu em um muro e não aceitou ir preso, dizendo que chamaria um Uber.

O Batalhão de Trânsito da Polícia Militar fazia uma blitz de Carnaval para fiscalização da Lei Seca no cruzamento das avenidas Tamandaré e Júlio de Castilho. O motociclista estava em uma Honda Titan, de cor preta, e tinha um amigo na garupa. Segundo as informações do registro, ele ignorou o sinal de parada e furou a blitz. Os militares seguiram a motocicleta até a região da Avenida Duque de Caxias. Lá o motociclista tentou fazer a conversão e colidiu contra o muro de supermercado atacadista.

O motociclista assumiu que ingeriu bebida alcoólica “vodca” acompanhada de energético, porém, ele não quis fazer o teste do bafômetro. Por conta da queda, o Corpo de Bombeiros foi acionado e constatou que ninguém havia se machucado.

O veículo foi encaminhado ao Detran MS (Departamento de Trânsito de Mato Grosso do Sul) e o motociclista recebeu voz de prisão por dirigir embriagado. Ele ainda causou confusão resistindo a entrar na viatura e falando que “pegaria um Uber” para ir embora para casa.

O caso foi registrado como conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substancia psicoativa que determine dependência – trânsito e desobediência na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Comentários

comentários