Mostra de Artesanato no Sebrae encerra nesta sexta o II Encontro de Negócios

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Hoje (9) é o último dia para o público conferir as peças da Mostra de Artesanato de Mato Grosso do Sul, realizada pela Fundação de Cultura de MS em parceria com o Sebrae. A Mostra, aberta nesta quinta-feira à tarde, encerra o II Encontro de Negócios de Artesanato, que começou no dia 7 de outubro.

A gestora do Projeto de Artesanato do Sebrae, Gemima de Oliveira Moreira, explica que o objetivo da Mostra é a comercialização dos produtos para os clientes e o público do Sebrae, que cedeu o espaço para que os trabalhos tenham mais visibilidade. “É essencial a parceria com a Fundação de Cultura, pois a Fundação tem o acesso ao artesão, conhece a produção, a segmentação, os produtos. E o Sebrae entra com a área de gestão. Por isso o evento é mais completo e consegue atender a necessidade do público, devido ao olhar mais abrangente, mais técnico, da gestão com a produção”.

Lucimar Maldonado é artesã e participa da mostra com produtos em fibras de bananeira. Ela produz kits de tereré, caixas de chá, porta-bijuterias, lanternas, que fazem parte de uma linha de brindes. Ela afirma que a exposição começa a mostrar seus trabalhos para um público diferenciado. “É difícil encontrar esse público em feiras. O público da mostra são pessoas que frequentam o Sebrae em eventos paralelos, que vêm procurar os serviços do Sebrae, funcionários e do setor do empresariado. É um público diferenciado daquele que temos todos os dias. Eu consegui comercializar minhas peças aqui, mas o foco maior é proporcionar o contato, mostrar essa linha de artesanato diferenciado que eu produzo, a linha de brindes, para que o público de Campo Grande tenha conhecimento desta produção”.

A designer Jane Clara Arguello é professora de design na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul e participa da mostra com seus produtos em tecido, madeira e cerâmica. Ela dá cursos de artesanato nos bairros da periferia de Campo Grande, como as Moreninhas, Comunidade Tia Eva, São Conrado, com o objetivo de dar sustentabilidade para a família de baixa renda. Jane acredita que a Mostra expõe o que muita gente não conhece, “o artesanato de ponta de Mato Grosso do Sul”. “Já vendi quatro bonecas ontem. Vieram meninas da Casa Mostra e levaram luminárias de fibras e um puff de crochê para a decoração do evento. Veio também um professor da Unigran buscar material para decoração da Feira do Empreendedor que eles vão ter lá. Por causa da Mostra é que eles ficaram sabendo dos nossos produtos.”

Gemima Moreira, a gestora do Sebrae, afirma que a instituição está de portas abertas para os artesãos, para realizar mais eventos como este e ser um dos pontos de comercialização do artesanato sul-mato-grossense. A Mostra fica aberta ao público até as 20 horas desta sexta-feira.

Fundação de Cultura de MS.

Comentários

comentários