Morto a tiros em lanchonete do Jardim Canguru é reconhecido por tio

Da Redação/JN

Um tio do homem morto com pelos menos cinco tiros em uma lanchonete ontem à noite (7) no Jardim Canguru, em Campo Grande, o identificou.

Trata-se de Oriel Pereira Cordeiro, de 25 anos. O crime aconteceu no cruzamento das ruas Catiguá com Ana Jacinta de Oliveira.

Segundo a ocorrência, o tio de Oriel foi até a delegacia e fez a identificação junto à polícia.

No entanto, ele não tinha tinha nenhum documento do sobrinho e, por isso, o corpo da vítima passará por perícia necropapiloscópica, identificação feita por meio de digitais, no Imol (Instituto de Medicina e Odontologia Legal).

Crime 

Testemunhas disseram que a vítima consumia bebida alcoólica na lanchonetemquando um homem se aproximou e perguntou: “você está lembrado de mim?”. Em seguida, o autor sacou uma arma, disparou vários tiros e saiu correndo.

O Corpo de Bombeiros foi acionado, mas a vítima não resistiu e morreu no local. O rapaz foi atingido com cinco tiros, sendo um na região da cabeça, dois no tórax e dois nas costas. Um dos disparos, segundo o registro policial, foi feito quando a vítima já havia caído ao chão. Marcas do impacto do projétil ficaram na calçada da lanchonete.

Oriel tinha passagens pela polícia por furto qualificado.

Comentários