Morre, aos 77 anos, o produtor e ator Luiz Carlos Miele

O produtor, ator e diretor Luiz Carlos Miele morreu, aos 77 anos, na manhã desta quarta-feira (14). Ele foi encontrado pela esposa, Anita Bernstein, caído no escritório de sua casa, na zona sul do Rio de Janeiro, após ter sofrido um mal súbito.

Luiz Carlos Miele morreu, aos 77 anos, em sua casa Foto TV Globo Divulgação

Segundo a representante do artista, Vânia Barbosa, Miele saiu para jantar com amigos na noite anterior e passava bem.

Nascido em 31 de maio de 1938, em São Paulo, Luiz Carlos Miele foi um dos maiores ícones de produção da história da Bossa Nova. Ele iniciou sua carreira nas famosas rádios Excelsior, Tupi e Nacional. Em 1959, conheceu o ilustre compositor Ronaldo Bôscoli, com quem formou a dupla Miele & Bôscoli.

Com o passar dos anos, mais precisamente em 1976, após o falecimento do humorista Manuel de Nóbrega, pai do também comediante Carlos Alberto de Nóbrega, Miele passou a apresentar o programa A Praça da Alegria, na Rede Globo, que saiu do ar em 1979, apesar da excelente audiência da atração.

Responsável por produzir muitos programas musicais na televisão, como Noite de Gala e Cara & Coroa , Fantástico , Elis Especial , Batalha dos Astros , Escolinha do Barulho , entre outros, ele também realizou espetáculos memoráveis de artistas de peso, como: Roberto Carlos, Elis Regina, Sergio Mendes, Lennie Dale, Wilson Simonal, Bossa 3 (“Gemini V”), Milton Nascimento, Alcione (Canecão, RJ), Agnaldo Timóteo, Angela Maria e Lucinha Lins.

Filho da cantora e instrumentista Irma Miele, cujo nome artístico era Regina Macedo, o compositor se reinventou ao publicar um livro intitulado Poeira de Estrelas , em 2005. No mesmo ano, Miele participou do seriado Mandrake , da HBO Brasil, ao lado de atores como Marcos Palmeiras, Érica Mader e Marcelo Serrado.

E para você que acha que ele parou por aí, se engana! Pois, anualmente, participava do projeto Emoções em alto mar , a convite de Roberto Carlos, em que era o responsável pela animação do Piano Bar e do Karaokê.

Fonte: Terra

Comentários

comentários