Morre adolescente esfaqueada na Marcha do Orgulho Gay em Jerusalém

03mor
Foto Divulgação

Uma adolescente esfaqueada na última quinta-feira (30) durante a Marcha do Orgulho Gay, em Jerusalém, não resistiu aos ferimentos e morreu hoje (2) no hospital. Mais cinco pessoas foram esfaqueadas na marcha.

O suspeito do ataque é o judeu ultraortodoxo Yishai Shlissel, que em 2005 já tinha ferido outras três pessoas durante o mesmo evento.

Shira Banki, de 16 anos, estava em estado crítico quinta-feira. A vítima foi esfaqueada na região das costas. As outras vítimas do ataque sofreram lesões de diferentes gravidades.

Yishai Shlissel cometeu os crimes apenas três semanas depois de ter saído da prisão. O suspeito cumpriu uma pena de prisão de dez anos pelo ataque de 2005.

A polícia israelense informou hoje que constituiu um comitê para avaliar as circunstâncias que permitiram que o suspeito reincidisse.

AGÊNCIA BRASIL

Comentários

comentários