Ministro vem a Campo Grande amanhã para discutir conflito em Antônio João

01ministroO ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, estará em Campo Grande nesta quarta-feira (2) onde se reunirá com o governador Reinaldo Azambuja para discutir os conflitos por terra em Antônio João.

A comitiva do ministro está prevista para chegar por volta das 10 horas, na Base Aérea de Campo Grande.

A informação foi dada há pouco ao senador Waldemir Moka (PMDB) pelo próprio ministro da Justiça. Segundo Moka, Cardozo pretende levar o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, ou um representante do Ministério Público Federal.

Na capital, Cardozo se reunirá também com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), representantes dos produtores rurais e dos índios. “O ministro quer conhecer todos os pontos do conflito e encontrar saída rápida que atenda os lados da disputa”, afirmou o senador.

Azambuja enviou um pedido ao Governo Federal para que enviasse tropas do Exército para a região onde do conflito. A solicitação foi atendida e as operações terão início na tarde desta terça-feira (1º).

Em comunicado, o Ministério da Defesa afirmou que além de Antônio João, onde a situação é tensa desde a ocupação de cinco fazendas no último dia 22 de agosto, as tropas também terão poder de polícia em Aral Moreira, Bela Vista e Ponta Porã. Regiões que possuem conflitos antigos.

A primeira estimativa, segundo ordem da presidente Dilma Rousseff (PT), é que o Exército fique durante 30 dias nas regiões.

Comentários

comentários