Ministro da Saúde visita Santa Casa e confirma repasse de R$ 82,4 mi

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros,veio à Campo Grande para visitar a Santa Casa e anunciar repasses de recursos destinados a saúde. (Foto Paulo Francis)

O Ministro da Saúde, Ricardo Barros, em visita a Campo Grande nesta tarde, esteve na Santa Casa e confirmou o repasse de R$ 82 milhões para a saúde de Mato Grosso do Sul. Desse valor, R$ 67 mi são provenientes da bancada federal, R$ 15 mi para o custeio permanente, R$ 4 mi para o setor de Trauma, além de quatro novas ambulâncias para o SAMU. Barros informou também que está aberto o financiamento para a manutenção das UPA’s, além de informar a que o hospital do Trauma está previsto para ser entregue em julho desde ano.

O presidente da Santa Casa, Esacheu Nascimento, disse que a entidade depende muito dessa união do Governo Federal, do Estado e do Município.

“É uma parceria de mão dupla, nós fazemos aquilo que o Estado não pode fazer e ao mesmo tempo ele nos ajuda financeiramente. São várias demandas que nós temos, especialmente ao ministério da saúde, para a Santa Casa de Campo Grande, o recurso será de 6,9 Mi, até o momento esse dinheiro não veio mas a informação é que será pago em parcelas de R$ 320 Mil, que irá ajudar no custeio do hospital”, destaca.

Durante a visita, o ministro passou pelo centro cirúrgico, no 2° andar, pelo centro obstétrico, no 3° andar, pela área de convênios e particulares, no 4° andar e transplantes no 5° andar, alas estas que foram modernizadas através de recursos próprios da entidade.

Ricardo destacou durante entrevista que a liberação dos recursos já está publicada no Diário Oficial da União, com execução imediata, portanto basta apenas aguardar os prazo bancários legais.

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad(PSD), ressaltou que ainda não há um cronograma dos valores que serão repassados para as UPA’s. Mas afirmou que irá até Brasília para definir as datas para que todo campo-grandense fiquem sabendo quando virá os recursos para a Capital.

“Os recursos anunciados pelo ministro já estavam pré-programados, inclusive já foi programado em Diário Oficial, mas ainda não recebemos nada. Entretanto uma grande novidade foi a inauguração do Hospital do Trauma programado ainda para este ano”, finaliza.

Comentários