Michel Teló disputa Grammy Latino com Victor & Leo e confessa: ‘Sonhando com estátua’

“Às vezes quando a gente sonha, as coisas acontecem”, acredita Michel Teló. E o técnico do The Voice Brasil está apostando suas fichas em um objetivo chamado Grammy Latino. Com “Bem Sertanejo”, o cantor está concorrendo na categoria Melhor Álbum Sertanejo. Ele disputa com grandes nomes como Jorge & Mateus, Sérgio Reis e Renato Teixeira, Leonardo e Eduardo Costa e os técnicos do The Voice Kids, Victor & Leo. “Às vezes fico sonhando com aquela estatuazinha do Grammy no estúdio lá de casa. Quem sabe?”, confessa Michel.

Teló conta que teve a concepção, produziu e cuidou até do áudio do “Bem Sertanejo”. “É um momento muito especial da minha carreira. Esse é um projeto que eu tive a alegria de criar, com muito amor e respeito à música sertaneja. Em primeira mão, era pra ser só um DVD, e depois virou um documentário do Fantástico”, explica.

Michel Teló disputa Grammy Latino com Victor & Leo. Foto: Deivid Correia
 Michel Teló disputa Grammy Latino com Victor & Leo. Foto: Deivid Correia

Após exibição na TV, Michel lançou o trabalho compilando as melhores canções. O músico contou com grandes participações especiais, como Chitãozinho & Xororó em “Fio de Cabelo” e Daniel em “Mágoa de Boiadeiro”.

Amizade que virou sociedade

Durante a produção do álbum e do documentário “Bem Sertanejo”, Michel gravou com grandes nomes da música brasileira. “Eu me dou bem com toda a galera do sertanejo. Gravei com uma turma grande e fui muito bem recebido. Acho que pelo carinho que eles têm por mim e o respeito pelo meu trabalho”, avalia, destacando: “Alguns não abriam a porta de casa para a TV e a gente foi lá filmar. Todos me acolheram muito bem”.

Feliz com o resultado de “Bem Sertanejo”, Michel Teló lembra de um encontro em especial que até se transformou em sociedade. “Estudei com o filho do Almir Sater, Gabriel, quando éramos crianças. Mas só tive a oportunidade de conhecê-lo no ‘Bem Sertanejo'”, recorda.
Depois desse primeiro encontro, Almir presenteou Michel com um viola e o técnico do The Voice retribuiu em um leilão. Isso mesmo! “Comprei a vaca e acabamos virando sócios. O Almir é um grande cara, que eu admiro muito e tenho um carinho especial pelo trabalho dele”, elogia.

Gshow

Comentários

comentários