Mesmo desfalcado, Inter encara Atlético-PR para ampliar invencibilidade no Brasileirão

Estadão Conteúdo / SM

Desfalcado de nomes importantes, o Internacional vai até Curitiba para enfrentar o Atlético Paranaense na Arena da Baixada, em Curitiba, nesta quinta-feira, às 21 horas, no retorno do Campeonato Brasileiro com um objetivo em mente: ampliar a invencibilidade que já dura oito partidas no torneio.

Com os bons resultados em sequência – cinco vitórias e três empates nos oito jogos sem derrota – o time gaúcho encostou nos líderes e soma 22 pontos. No duelo, válido pela 13.ª rodada da competição, o Internacional novamente não contará com o meia argentino D’Alessandro, que ainda não se recuperou de uma entorse no tornozelo esquerdo.

No entanto, a equipe não sentiu tanta falta do argentino, já que encontrou alternativas – Lucca é quem tem sido titular – e se manteve invicto justamente no período em que não pôde contar com o seu capitão.

Rodrigo Moledo, Patrick e Leandro Damião também são ausências na partida em Curitiba. O zagueiro está fora de combate por conta de dores no joelho, o meia cumpre suspensão automática em razão do terceiro cartão amarelo recebido contra o Vasco, na última partida antes do recesso para a Copa do Mundo da Rússia, e o centroavante sofre com um torcicolo.

Em compensação, Zeca está livre para defender o time após se livrar de uma lesão muscular na coxa esquerda. Ele jogará improvisado no meio de campo, no lugar de Patrick, e abrirá vaga para Fabiano na lateral direita. Na retaguarda, Danilo Silva deve substituir Rodrigo Moledo e no comando de ataque William Pottker será adiantado para suprir a ausência de Leandro Damião, dando espaço para o uruguaio Nico López na ponta.

Jonatan Alvez, atacante uruguaio recém-contratado, não está regularizado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF e ainda não pode estrear pelo novo clube. Em razão dos desfalques, a lista de relacionados divulgada pelo clube tem novidades. A principal é a presença do jovem Álvaro, que fica como suplente entre as opções de ataque e no ano passado foi titular do time finalista do Brasileiro de Aspirantes.

O técnico Odair Hellmann garante que o time aproveitou bem a intertemporada com as competições paralisadas e voltará forte para os gramados. “A gente pôde trabalhar todos os aspectos. Aproveitamos para fazer ajustes técnico, físico e tático. A gente chega num estágio bom e precisamos transferir isso para o campo”, disse.

Comentários