Mesmo com expectativa de aumento na safra, plantio de soja atrasa pela estiagem em MS

Da Redação

Com previsão de aumento superior a 6% na safra 2019-2020, o plantio da soja sofreu atraso em Mato Grosso do Sul devido à estiagem que atingiu o Estado de setembro até a última semana.

Foto: Divulgação/Aprosoja.

Dados da Aprosoja/MS (Associação de Produtores de Soja de MS) apontam que até o dia 11 de outubro, o percentual de plantio chegou a apenas 5,3%. No mesmo período do ano passado, já havia alcançado 24,8%. As informações são obtidas por meio do Siga/MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio), ferramenta desenvolvida pela entidade para monitorar lavouras.

Apesar do atraso no plantio, o presidente da Aprosoja/MS, André Dobashi, afirma que não há expectativa de prejuízo para o andamento da safra. Ele destacou ainda que o Estado continua na melhor época para o plantio.

Segundo boletim técnico divulgado na última terça-feira (15) pela entidade, a região com o plantio mais avançado é o sul do Estado, registrando média de 6%. Na parte central de MS, o plantio está em 4,2 e na região norte 4%.

Até o momento, já foram plantados 167,6 mil hectares da nova safra – que tem previsão de aumento de 6,18% na área plantada chegando a 3,168 milhões de hectares. Além do aumento nas plantações, há expectativa de crescimento de 12,57% no volume de grãos em relação ao ano passado.

Em números absolutos, são esperadas 9,906 milhões de toneladas frente a 8,800 milhões na safra 2018-2019. A média de produtividade prevista para o próximo ano é de 52,19 sacas por hectare.

Comentários