Mentor de assalto a banco de Sonora é morto no Maranhão em ação de resgate

Da Redação/JN

Ronalth Correia Coelho foi morto no Maranhão durante ação que tentava resgatar uma quadrilha no presídio de Pedrinhas da qual ele fazia parte.

Ronalth teria sido o mentor do assalto à agência bancária de Sonora (Foto: Divulgação )

Ele era investigado por planejar e assaltar um banco e roubar R$ 1 milhão de uma agência de Sonora, em Mato Grosso do Sul. O esquema era para explodir o muro do Complexo Penitenciário neste fim de semana.

O bandido foi apontado como mentor do crime que aconteceu no dia 18 de abril do ano passado em Sonora. Ele acabou preso no Maranhão em dezembro de 2016.

Nesse assalto em MS, aos menos seis pessoas participaram da ação. Um morador de Sonora ficou ferido na troca de tiros com policiais e um taxista acabou sendo usado como refém.

O resgate no presídio de Pedrinhas tinha a intenção de libertar sete presos que fazem parte de quadrilha interestadual de roubo a bancos. As informações são da Superintendência Estadual de Investigações Criminais do Maranhão e divulgadas pelo G1.

Grupo armado com fuzis participou da explosão de muro e ainda atirou em agentes penitenciários. No total, 32 internos conseguiram fugir e até ontem (22), nove tinham sido recapturados.

Seis homens foram mortos na troca de tiros, ainda no presídio. Entre eles estava Ronalth. Outro morreu quando tentava fugir da Polícia Militar em São Luís.

O suspeito do roubo no Estado tinha agido em ação na cidade de Balsas e durante o assalto um estudante morreu.

Comentários