Menstruada, jovem corre maratona sem absorvente em protesto

Se para algumas mulheres a menstruação pode significar constrangimento e até o cancelamento de algum compromisso, isso não é um problema para Kiran Gandhi, baterista da banda M.I.A.

A atleta junto às demais corredoras (Foto: Reprodução)
A atleta junto às demais corredoras (Foto: Reprodução)

Em preparação durante um ano para disputar a maratona de Londres em abril de 2015, Kiran ficou menstruada bem no dia da competição e correu todo o percurso sem absorvente.

Em entrevista ao site da revista Cosmopolitan, a jovem de 26 anos contou que tomou a decisão em forma de protesto para que as mulheres não tenham vergonha da menstruação.

“Dizem aos homens que os mamilos podem sangrar devido ao contato entre a camisa e a pele . Fiquei preocupada que um absorvente poderia ter o mesmo efeito… No ano passado, minha amiga estava esperando iniciar seu período… Ela colocou um absorvente dentro do sutiã , caso ela ficasse menstruada. Ao fazer isso, até hoje ela tem uma pequena cicatriz em seu peito por conta da irritação que o absorvente provocou. Isso me fez não querer correr com um absorvente”, contou.

Mesmo tendo sido alertada por uma corredora do sangramento em sua calça , Kiran optou por terminar a corrida . Para ela, a maratona lhe deu um sabor de apoio e pensamento racional de que ambos os sexos devem compreender essa batalha mensal que as mulheres enfrentam sem serem criticadas. Kiran ainda não decidiu se correrá outra maratona no futuro.

TERRA

Comentários

comentários