Menino inventa afogamento de colega e mobiliza Bombeiros

O menino de dez anos que teria desaparecido no rio Anhanduí nesta terça-feira (3) na tarde de ontem (3), no Jardim Ouro Preto em Campo Grande pode ter sido “fruto do imaginário” de uma criança de dez anos. Depois de suspender as buscas no rio, os bombeiros foram atrás do paradeiro de Vitor Hugo, que seria o nome do menino desaparecido após pular no rio.

Foto Paulo Francis
Foto Paulo Francis

Os Bombeiros foram até a Escola Municipal Doutor Eduardo Olímpio Machado e constataram duas pessoas com nome de Victor Hugo – que seria da vítima – e os meninos estavam com os pais em casa, conforme o tenente Nascimento.

“Fomos até a escola onde o menino disse que o conhecia e localizamos dois meninos com o nome do suposto desaparecido e os dois estavam em casa com os familiares a tarde toda”, declarou o tenente Nascimento. Para o bombeiro, o caso foi, a princípio, “fruto do imaginário da criança”.

Quatro homens do Corpo de Bombeiros percorreram vários quilômetros no rio Anhanduí . “É impossível ter algum corpo no local. Tem uma curva e não passa nenhum corpo. Pelo fato da curva ter um morro com areia. E fica muito alto o morro. O corpo teria que parar ali e ficar naquela curva”., comentou o tenente.

Comentários

comentários