Meningite leva a óbito advogado e filho de desembargador do TJ-MS

Fabiano (à esquerda) e Conrado Stephanini (Foto: Fernando Soares)
Fabiano (à esquerda) e Conrado Stephanini (Foto: Fernando Soares)

O nível social e poder aquisitivo, às vezes não basta contra certas doenças, como a Meningite, que vitimou na tarde desta quarta-feira (28), o advogado Fabiano Jacobina Stephanini, de 43 anos. Ele que é filho do desembargador do TJ-MS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul), Carlos Stephanini, morreu na tarde de ontem, após ter ficado internado em Campo Grande, desde o último fim de semana com meningite aguda. O advogado é também irmão do Procurador, Rodrigo Stephanini e do engenheiro Conrado Stephanini. A família apontou que a doença agiu muito rápido, ‘de um dia para o outro’.

O Fabiano, que também foi conselheiro da OAB-MS (Ordem dos Advogados do Brasil em MS), ficou internado na Clínica Campo Grande, quase uma semana, tentando se recuperar da enfermidade. Mas, a doença uma inflamação que pode ser causada por bactérias, vírus ou até fungos, nas meninges, membranas que envolvem o cérebro, foi mais aguda e o levou a óbito.

O presidente da OAB-MS, Mansour Karmouche, lamentou o falecimento do companheiro de profissão, em nota oficial de pesar divulgada pela Ordem (veja abaixo). “Era advogado militante, de fino trato e altamente competente”, comenta Mansour que ainda completou afirmando que ele contribuiu sobremaneira com a advocacia do Estado e com a OAB-MS.

O velório está ocorrendo no cemitério Parque das Primaveras – avenida senador Filinto Müler, 2211, Jardim Parati. O sepultamento será no mesmo local, ams ainda não foi confirmado horário.

Nota OAB-MS

A OAB publicou uma nota lamentando o ocorrido. Leia abaixo:

“É com imensa tristeza que noticiamos o falecimento inesperado do jovem advogado, amigo e ex-conselheiro da Seccional, Fabiano Jacobina Stephanini, filho do desembargador do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJMS), Carlos Stephanini. Fabiano contribuiu sobremaneira com a advocacia do Estado e com a Ordem dos Advogados do Brasil. Era advogado militante, de fino trato e altamente competente”, disse o presidente da OAB/MS, Mansour Karmouche, ao saber da notícia pelos seus familiares.

Fabiano faleceu na tarde desta quarta-feira (28), em virtude de meningite aguda. O velório e o sepultamento ocorrerão no Cemitério Parque das Primaveras. Informaremos mais detalhes nesta quinta-feira (29), no período da manhã.

É com pesar que a família OAB/MS sente esta irreparável perda ocorrida na tenra idade”.

Comentários

comentários