Menina puxada por leão-marinho está com infecção rara

Da Redação/JN

Conhecida como ‘seal finger’, infecção pode ser letal para os humanos

Canadá – Nesta semana, o vídeo de uma menina sendo puxada ao mar por um leão-marinho fez sucesso na internet. Nas imagens é possível ver o animal puxando a jovem pelo vestido após ela se sentar na mureta do piér onde estava com a família alimentando os peixes. Logo após ser puxada, o pai pulou na água para resgata-la.

Após o incidente, foi noticiado que a menina estava bem e que não havia ficado ferida, porém, nesta quinta-feira, um alerta do Aquário de Vancouver informou que a pequena canadense está sendo tratada de uma infecção rara e severamente perigosa, conhecida como “seal finger”, ou “dedo de foca” em tradução literal, causada pela bactéria Mycoplasma phocacerebrale

Acredita-se que a menina tenha contraído a infecção após ser mordida pelo leão-marinho no momento em que foi agarrada. Como a bactéria não é comum em mamíferos terrestres, ela pode ser fatal e por isso deve ser tratada imediatamente com o uso de antibióticos.

Em entrevista ao canal NBC, o pai da manina disse: “A única coisa que importa é que ela está sá e salva. Eu poderia estar organizando um funeral agora em vez de dar uma entrevista”.

Comentários