Meghan Markle é retirada às pressas de mercado em Fiji por segurança

VEJA/JP

Getty

Meghan Markle precisou ser retirada antes do previsto de um mercado de Suva, a capital de Fiji, por questões de segurança nesta quarta-feira (24). Segundo informou o Palácio de Kensington à agência Associated Press, a medida foi tomada pela equipe de segurança da duquesa de Sussex por preocupações em relação à multidão que compareceu para acompanhar a visita dela ao local. A gravidez da ex-atriz, que espera o primeiro filho com o príncipe Harry, não foi mencionada como um dos motivos pelo encurtamento da visita.

Meghan conversou com uma vendedora e cumprimentou outras no Suva Market. A passagem da duquesa pelo mercado foi cortada quase pela metade — a visita deveria durar quinze minutos, mas levou seis. A duquesa deveria conhecer mulheres que vendem produtos no local e fazem parte do projeto Markets for Change, da ONU Mulheres.

A ex-atriz não estava acompanhada de Harry na visita — o príncipe estava em outro evento na mesma hora. O casal está no nono dia da viagem que vai durar dezesseis dias por países do Pacífico Sul, já tendo passado pela Austrália. Eles passarão por Tonga na quinta-feira, antes de voltar a Sidney na sexta. A turnê terminará na Nova Zelândia, onde ficarão quatro dias.

Comentários