Médico e professor é acusado de espancar aluna que foi ex-namorada em MS

Lúcio Borges

O fato saiu a publico, mas oficialmente não foi revelado nome, pela Polícia do Brasil, de investigado por violência domestica, que seria um médico e professor universitário em Ponta Porã. O homem teria espancado uma aluna, que teria sido sua ex-namorada na fronteira. O caso está registrado, por uma estudante brasileira de medicina, 21 anos,  que procurou a delegacia de polícia, mas no Paraguai, em Pedro Juan Caballero, para denunciar o ex-namorado por agressão.

O denunciado seria o médico e professor dela na universidade, que segundo a jovem contou, no último domingo (10), foi espancada por ele, que não aceitava o fim do namoro. Ela contou que foi arrastada pelas ruas da cidade e espancada com socos e chutes pelo professor e ex.

O então agressor, até poderia ter cometido um feminicidio na hora ou ainda o fazer, pois ainda teria feito ameaças de morte a estudante. Assim, ela foi até a polícia para pedir proteção já que está com medo de voltar a frequentar as aulas da universidade, onde cursa o quinto ano, segundo o site Ponta Porã Informa.

A vítima foi fotografada e aponta ser pelas fotos, ter ficado com vários hematomas pelo corpo.

Sem contato do médico

Não há informações se o médico foi encontrado e levado para a delegacia para os esclarecimentos do fato.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu cometário!
Por favor, insira seu nome aqui