Medicina da UEMS é o 14º do país e o 1º mais concorrido do MS

O Ministério da Educação (MEC) liberou a primeira divulgação das notas de corte para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) de 2016, nesta terça (12), e o curso de Medicina da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS) foi listado como o mais concorrido de Estado e o 14º do país – entre 83 cursos.

O curso da UEMS teve a maior nota de corte entre as Universidades de MS 797,92; a UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) ficou com 790,49; e a UFGD (Universidade Federal da Grande Dourados) com 769,66.

Elas representam a menor nota para o candidato ficar entre os potencialmente selecionados para as 228 mil vagas em 131 instituições públicas de educação superior.

Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

No país, o curso de Medicina da UEMS está em 14º lugar. Confira a lista:

1º – UFOB – Universidade Federal do Oeste da Bahia – 888,35

2º – UFRN – Universidade Federal do Rio Grande do Norte – 881,40

3º – UFPA – Universidade Federal do Pará – 868,38

4º – UNB – Universidade de Brasília – 834,06

5º – UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro – 823,89

6º – UFPR – Universidade Federal do Paraná – 821,60

7º – UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina – 815,18

8º – UFPE – Universidade Federal de Pernambuco – 810,40

9º – UFAL – Universidade Federal de Alagoas – 807,60

10º – UFOP – Universidade Federal de Ouro Preto – 805,44

11º – UFMG – Universidade Federal de Minas Gerais – 804,16

12º – UFF – Universidade Federal Fluminense – 800,84

13º – UFPI – Universidade Federal do Piauí – 800,46

14º – UEMS – UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MATO GROSSO DO SUL – 797,92

Medicina

O curso de Medicina da UEMS foi ofertado pela primeira vez no ano passado, e já chamou a atenção de candidatos de todo o país, ficando entre os 10 mais concorridos do país no Sisu 2015. O curso funciona nas instalações da recém-inaugurada unidade de Campo Grande e tem vocação social e uma ousada metodologia de ensino, com aulas baseadas em resoluções de problemas e não somente em conteúdos teóricos.

Tem duração de 6 anos, em período integral, e das 48 vagas oferecidas conta com 33 para concorrência, 10 para negros e 05 para indígenas.

Nota de corte

De acordo com o Ministério da Educação (MEC), nos dias 13 e 14 de janeiro, também às 9h, as notas de corte serão atualizadas. Aqueles que buscam uma vaga devem se inscrever até as 23h59 (horário de Brasília) de quinta-feira (14).

Monitorar o sistema pode ajudar o estudante a aumentar suas chances de aprovação. Como o Sisu funciona de forma dinâmica, é possível mudar a inscrição quantas vezes forem necessárias até o prazo final. Se a nota de corte estiver muito acima da pontuação obtida no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a melhor saída é escolher outro curso e/ou instituição com nota mínima mais baixa. Para participar do processo seletivo, o candidato deve ter feito o Enem em 2015.

Inscrições e vagas

As inscrições vão até as 23h59 (horário de Brasília) desta quinta-feira (14), pela página do programa (http://sisu.mec.gov.br/). A UEMS disponibiliza, neste ano, 2.348 vagas que estão distribuídas em 57 cursos de graduação, oferecidos em 15 cidades do Estado, para saber mais acesse: http://www.portal.uems.br/ingresso.

Notícias MS

Comentários

comentários