MDB retoma na segunda preparativos para lançamento da candidatura de Puccinelli

Com a decisão do MDB de manter a candidatura de André Puccinelli ao Governo do Estado, o partido retoma na segunda-feira os preparativos para a convenção, quando devem ser anunciadas as coligações e os pré-candidatos a senador, deputado federal e deputado estadual, além do vice-governador que comporá a chapa ao lado de Puccinelli. Segundo o senador Moka “não há razão para comportamento diferente. Temos André como candidato ao Governo e temos certeza de que vamos vencer as eleições”.

Deputados na mesa e representantes de outros nove partidos aliados (Fotos: Lúcio Borges

O partido está intensificando a mobilização de seus filiados, dos pré-candidatos de todas as regiões do Estado e das lideranças aliadas. Alguns partidos inclusive devem compartilhar o mesmo espaço da convenção do MDB, marcada para o dia 4 na sede de campo da Associação Nipo-Brasileira, na saída para Três Lagoas.

“O clima de união que se forma em torno da candidatura de André ao Governo, vai se traduzir, nas convenções, numa grande demonstração de apoio e força eleitoral”, avaliam os dirigentes do PMDB.

Movimentos como a JMDB e o MDB Mulher também estão se mobilizando. Para eles, assim como para os deputados estaduais e para o senador Waldemir Moka, o partido está forte, tem o melhor candidato e vai apresentar na campanha a melhor proposta.

Em reunião na sexta-feira, o deputado Junior Mochi e o senador Moka estranharam a ordem de prisão de André Puccinelli exatamente na véspera da data prevista para a convenção do partido, sem qualquer fato novo, sem qualquer prova concreta, num inquérito ainda em fase inicial.

Comentários