Mayweather e Pacquiao são homens de negócio, diz Tyson

O ex-lutador Mike Tyson criticou o americano Floyd Mayweather e o filipino Manny Pacquiao pelo estilo conciliador na coletiva de imprensa de quarta-feira (29), em Las Vegas, nos Estados Unidos.

Ex-lutador Mike Tyson  (Foto: Divulgação)
Ex-lutador Mike Tyson
(Foto: Divulgação)

Mayweather e Pacquiao farão no próximo sábado (2) um combate que está sendo chamado de “a luta do século”.

“A coletiva de imprensa foi muito sutil, muito legal, muito educada. Não parecia nem que eu estava numa igreja, mas sim numa biblioteca. Talvez eu seja um Neanderthal. Eu queria matar o outro cara”, disse Tyson em entrevista publicada pelo jornal “USA Today”.

“O boxe de hoje é diferente de quando eu lutava. Esses que estão lá em cima [do ringue] são homens de negócio. E eu sou um matador nato, eu quero vencer, eu quero ganhar de modo dramático, quero machucar pessoas. Eu não gosto de machucar pessoas, sou apenas bom nisso”, afirmou.

Tyson fez ainda outras críticas relacionadas a Mayweather, que tem um cartel de 47 vitórias e está invicto na carreira.

“O cara está dizendo por aí que é melhor do que [Muhammad] Ali. Eu não quero ouvir isso. Minha mãe sempre disse que, se você não pode dizer nada legal de uma pessoa, então não diga nada”, afirmou Tyson.

Folha.com

Comentários

comentários