Mato Grosso do Sul tem 556 casos de chikungunya notificados em 2018

Em 2018, Mato grosso do sul notificou 556 casos de febre chikungunya. Segundo a Secretaria de Saúde de MS, o número já é próximo ao do ano passado, quando foram registrados 574 casos.

Aedes aegypti é o transmissor da dengue, vírus zika e chikungunya — Foto: Divulgação

Campo Grande registra a maioria das notificações: 182 casos. Na sequência está Dourados, 2° maior município do estado, com 143 notificações.

A doença é transmitida pelo aedes aegypti, o mesmo mosquito que provoca a dengue e zika. Segundo a secretaria de saúde de MS, com as chuvas que se intensificam no mês de setembro, a população deve redobrar os cuidados para prevenir a proliferação do mosquito.

Comentários