“Matéria requentada, confio na inocência do meu filho”, afirma Reinaldo

O governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), manifestou-se neste sábado (21) sobre material que irá ao ar no programa Fantástico, da TV Globo, deste domingo (22), citando o filho dele, Rodrigo Souza e Silva, como envolvido em denúncia sobre esquema de propina de frigoríficos.

Governador se manifestou neste sábado sobre matéria que vai ao ar amanhã (22) no Fantástico

Em solenidade na Sanesul, o governador disse não temer a investigação contra seu filho, autorizada essa semana pelo Trihunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. “Investigado não é culpado”, e falou ainda em perseguição da parte do promotor.

“É uma matéria requentada, que remete, lá atrás, àquela própria matéria que saiu sobre a minha pessoa, agora querendo atingir o meu filho. É algo absurdo, não existe aquilo ali”, declarou o governador.

Azambuja disse confiar na justiça, que segundo ele “comprovará a inocência do filho”, e constatou também que o promotor Marcos Alex está respondendo no Conselho Nacional do Minisatério Público (CNMP), que ouvirá as pessoas que estão no processo, para verificar como foi o procedimento.

O governador questionou de forma clara e sem papas na língua, a lisura da investigação, “desde a abertura do Procedimento de Investigação Criminal [PIC], no Ministério Público, várias questões são duvidosas, é só ver lá”, afirmou.

“Lá atras quiseram me atingir e o Superior Tribunal de Justiça arquivou esse assunto por 11 a zero. Então isso foi arquivado lá e agora estão requentando de novo esse assunto com o objetivo de atingir o Rodrigo. Atingindo o Rodrigo lógico atingir o pai”, disse ainda.

“Qualquer filho defende um pai. Qualquer pai defende um filho. Até se ele tiver errado. Mas eu posso dizer pra vocês: o Rodrigo não tem culpa nenhuma. Está sendo vitima de uma armação mais uma vez e eu tenho certeza confiando na Justiça, a Justiça vai prevalecer”, finalizou.

“O Rodrigo não participou em momento algum desse assunto que estão dizendo de possibilidade de queima de arquivo, é um bom filho é um bom pai, um bom esposo, honesto e a justiça prova isso”, disse o governador

Comentários