Massa explica motivo de sua ausência no GP da Hungria

Gazeta Esportiva.com

Felipe Massa se pronunciou pela primeira vez desde que decidiu não disputar o GP da Hungria. Abalado com o fato de não poder competir em Hungaroring, o brasileiro gravou um vídeo, postado em uma das redes sociais da sua equipe, a Williams, em que explica o motivo de sua ausência no treino classificatório.

Massa começou a se sentir mal nesta sexta-feira, após o segundo treino livre. Com mal-estar, ele foi encaminhado ao centro médico do autódromo e, posteriormente, levado a um hospital em Budapeste, capital da Hungria. Examinado também pelo médico da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), ele foi liberado para os trabalhos deste sábado, entretanto, teve tonturas novamente antes do treino classificatório e optou por não competir neste fim de semana.

“Não estava me sentindo tão bem no carro, estava me sentindo tonto. Estou muito triste, porque queria estar no carro, queria estar correndo pela equipe, por mim, neste lugar especial para mim como a Hungria. Desejo o melhor para o Paul [Di Resta], para a equipe, que façam um bom trabalho neste fim de semana. Preciso descansar, preciso estar mais descansado e me preparar da melhor maneira para voltar mais forte em Spa”, disse Massa, garantindo que irá retornar no GP da Bélgica.

O GP da Hungria será o último antes das férias de verão dos pilotos. Foi justamente em Hungaroring que Felipe Massa, à época guiando pela Ferrari, sofreu o fatídico acidente em que uma mola se desprendeu do carro da frente e atingiu o capacete do piloto.

Como o próximo compromisso da Fórmula 1 após Hungaroring acontece apenas no próximo dia 28 de agosto, Felipe Massa, ao menos, terá tempo para se recuperar e se reapresentar completamente saudável à Williams, que decidiu oferecer um novo contrato ao brasileiro, que inicialmente iria se aposentar ao fim do ano passado, com a saída de Valtteri Bottas para a Mercedes.

Comentários