Marta bate record e leva Brasil as oitavas vencendo Itália

Lúcio Borges

(Photo by Philippe HUGUEN / AFP)

A nossa jogadora Marta, eleita seis vezes melhor jogadora do mundo, e, uma das maiores atletas entre homens e mulheres, fez mais um gol no jogo desta terça-feira (17), pela terceira rodada da Copa do Mundo Feminina, levando o Brasil a vitoria contra a seleção da Itália. O gol deu as brasileiras a ida as oitavas de final da competição e mais um recorde a jogadora, sendo a maior artilheira do mundo, com 17 gols, passando o então titulo de Miroslav Klose da Alemanha com 16 gols em quatro Copas. Os também brasileiros, ex-jogador Ronaldo Fenômeno, que entre homens, está em segundo, balançou a redes 14 vezes em quatro torneios, e o rei Pele, que está em quinto, fez 12 gols.

O jogo de hoje, as meninas do Brasil bateram as da Itália por 1 a 0 e garantiu vaga nas oitavas de final. Com o gol de Marta, de pênalti, a equipe de Vadão chegou aos seis pontos e assegurou a classificação como terceira colocada, apesar dos mesmos seis pontos com a Itália e Austrália. As Italianas ficaram em primeiro pelo saldo de gols.  Nas oitavas, o Brasil enfrenta Alemanha ou França, dependendo dos jogos dos grupos D, E e F.

A primeira etapa foi bem equilibrada em Valenciennes, com chances para os dois lados, mas com um Brasil mais no ataque, porém ficou o gol não sais e se ficou no 0 a 0 , que persistiu no placar. Quem chegou com mais perigo, logo aos cinco minutos, foi a Itália. Bonansea fez jogada individual e bateu na entrada da área, mas Bárbara caiu no cantinho para fazer boa defesa.

A resposta do Brasil foi em cobrança de escanteio. Aos 17 minutos, Marta cobrou o tiro de canto no primeiro pau e Debinha apareceu para completar de letra, mas a goleira Giuliani impediu o golaço brasileiro. A Itália ainda teve mais uma chance com Bonansea, mas Bárbara defendeu mais uma vez.

Começou já com bola na trave

A Seleção Brasileira começou assustando logo aos seis minutos, segundo tempo, com cobrança de falta de Andressinha, que mandou a bola no travessão. Mas, somente aos 26 minutos, veio o gol do Brasil.

Debinha fez jogada individual e foi derrubada dentro da área. A arbitragem assinalou pênalti, e na cobrança Marta bateu firme deslocando a goleira para marcar o gol da vitória. Assim, Marta chegou aos 17 gols e tornou-e a maior artilheira em Copas do Mundo, superando o alemão Klose.

Enquanto isso, no outro jogo do grupo, a Austrália não teve dificuldades para bater a Jamaica por 4 a 1, e também garantiu a sua classificação. Todos os gols australianos foram marcados por Kerr, enquanto Havana Solaun marcou para as jamaicanas.

Com os resultados, as três classificadas do grupo terminaram com seis pontos. A Itália classificou-se em primeiro com cinco gols de saldo. O segundo lugar ficou com a Austrália, que levou vantagem nos gols marcados, enquanto o Brasil ficou na terceira colocação.