Mara Caseiro confirma pré-candidatura à prefeitura nas eleições de 2016

Mara Caseiro, Deputada estadual. (Foto: Paulo Francis)
Mara Caseiro, Deputada estadual. (Foto: Paulo Francis)

A Deputada Estadual Mara Caseiro, concedeu uma entrevista na tarde de hoje (16), para o Portal de Notícias Página Brazil, onde reiterou suas intenções em relação às eleições municipais para o ano 2016, como pré-candidata à prefeitura de Campo Grande.

Mara afirmou a equipe de reportagem que esta sendo criado em Mato Grosso do Sul o Partido da Mulher Brasileira (PMB), e o mesmo vêm com um grande projeto para a Capital sul-mato-grossense.

“Estamos fazendo algo que ainda esta tomando corpo, com um grande projeto para Campo Grande e se essa for a vontade do meu partido, vamos conversar, fazer reuniões, para que se confirme a minha pré-candidatura a prefeita da Capital”, alega.

A deputada destacou que uma administração pública deve vir de acordo com os anseios da sociedade, e afirma que em sua opinião, o principal em uma gestão é uma equipe técnica que seja qualificada para estar assumindo as pastas, como saúde, obras, planejamento, entre outras, que são de extrema importância para Campo Grande.

“Eu acho que todo o candidato deve entender que para administrar uma cidade, não deve ter apenas uma equipe política, mas sim uma equipe técnica qualificada, e por isso nós queremos construir já, planejar essa equipe que poderá assumir a gestão de Campo Grande a partir de 2017, uma equipe preparada, qualificada e que possa trazer resultados eficientes para nossa capital”, afirma.

A pré-candidata frisou que esta hoje em um partido que se denomina da Mulher Brasileira, que compõe de uma sensibilidade muito importante em todos os segmentos da sociedade, porem alega que um partido não se constrói apenas de mulheres, mas sim de homens e mulheres juntos.

“Acredito que precisamos construir uma sociedade mais justa e mais humana, sem discriminação e sem preconceito. Queremos juntos dentro do partido da mulher brasileira manter um equilíbrio e mostrar a importância de homens e mulheres caminhem juntos”, finaliza.

Paulo Francis

Comentários

comentários