Manifestantes fazem ato contra e a favor de Lula em Campo Grande

A avenida Afonso Pena, em Campo Grande, foi mais uma vez palco de atos contra e a favor do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), no final da tarde desta terça-feira (3). Também foram realizadas manifestações em Ponta Porã e Dourados, municípios no sul de Mato Grosso do Sul.

Grupo contra Lula se reuniu na frente do MPF, em Campo Grande (Foto: Alysson Maruyama/TV Morena)

O ato contra o petista ocorreu na frente da sede do Ministério Público Federal (MPF). Segundo os organizadores, cerca de 5 mil pessoas participam do protesto. A Polícia Militar estima entre quatro e cinco mil participantes.

Com bandeiras do Brasil e a maioria vestindo camisetas verde e amarela, manifestantes usaram carros de som e trio elétrico para protestar contra o ex-presidente.

O trânsito ainda não foi fechado, mas o fluxo de veículos foi reduzido. A PM esteve no local para organizar o tráfego de carros. Os manifestantes ocuparam o canteiro central e as calçadas.

Ja o grupo que defende o ex-presidente se reuniu no cruzamento da avenida Afonso Pena com a rua 14 de Julho, no Centro. De acordo com a organização, 200 pessoas participaram do ato. A PM não divulgou os números.

Com cartaz e carro de som, eles se posicionaram contra a prisão de Lula e citaram a Constituição Federal.

O Supremo Tribunal Federal (STF) julga o habeas corpus pedido pela defesa do ex-presidente na quarta-feira (4). Os ministros podem decidir se Lula vai cumprir a sentença do Tribunal Regional Federal que o condenou a mais de 12 anos de prisão.

Comentários