Manifestantes contra prisão do Lula liberam rodovias federais em MS após 8 horas

Da Redação/JN

Rodovias federais que cortam Mato Grosso do Sul ficaram com trechos interditados na manhã desta terça-feira (10). De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), houve três pontos de bloqueios: km 442 da BR-262, no trevo de acesso a Dois Irmãos do Buriti, km 104 da BR-163, em Naviraí e km 136 da BR-267, no distrito de Casa Verde, entre Nova Andradina e Bataguassu.

Bloqueio de sem-terra na BR-163, sul de Mato Grosso do Sul (Foto: Polícia Civil/Divulgação)

Segundo a PRF, as interdições são feitas pelo Movimento Sem Terra (MST). Na semana passada, dia 6, o MST bloqueou várias rodovias em Mato Grosso do Sul, em protesto à prisão do ex-presidente Lula.

A PRF afirmou que, por causa das interdições, tem recebido muitas ligações de motoristas reclamando da situação, o que congestiona as linhas.

No início desta tarde, por volta das 12h45 (de MS), depois de cerca de oito horas de protesto, o trânsito da BR-262 e BR-267 foi liberado. Na BR-163, os manifestantes chegaram a liberar 20 veículos de cada lado por vez, mas por volta das 14h10 desbloquearam a pista.

Comentários