Ato contra Dilma reúne manifestantes em várias cidades brasileiras

Manifestantes reunidos em Belo Horizonte – Foto: Correio Braziliense

As manifestações contra o governo Dilma, neste domingo, acontecem no Distrito Federal e em nove estados: Alagoas, Bahia, Minas Gerais, Pará, Rio de Janeiro, Santa Catarina, São Paulo, Pernambuco e Paraná.

Em São Paulo, os protestos estão marcados para as 14h, mas os manifestantes já se reúnem em frente ao Masp, na Avenida Paulista. A via está bloqueada no sentido Consolação. Motociclistas participam do ato, mas grupo ainda é pequeno. Os principais grupos por trás dos protestos são o MBL (Movimento Brasil Livre), Vem Pra Rua e Revoltados On Line, além de grupos que defendem a intervenção militar, como UND (União Nacionalista Democrática) e Pátria Amada Brasil.

Em Brasília, há concentração na Esplanada dos Ministérios e, no Rio, na praia de Copacabana. Em Salvador, PM fala em 4.000 pessoas no Farol da Barra e, em Belém, 1.200 manifestantes. Há manifestações ainda em Belo Horizonte, Maceió, Recife e Ribeirão Preto, interior de SP. Na capital federal, a PM fala em 15 mil pessoas caminhando em direção ao Congresso Nacional. O monitoramento do Palácio do Planalto indica concentração de saída dos protestos menor que as de março e abril.

Já em Belo Horizonte, manifestantes falam em 5 mil pessoas no ato. Já a PM estima em 8 mil. Alguns manifestantes batem panela durante o protesto em Copacabana. Passeata está na altura Rua Barão de Ipanema, na altura do Posto 4. A projeção do governo continua sendo de uma manifestação menor que a de abril, que já foi menor que a de março. Em Salvador, segundo a Polícia Militar e organizadores, há 5 mil pessoas no protesto no Farol da Barra.

Fonte: Jornal do Brasil

Comentários

comentários