Malaysia: peça achada gera especulações sobre avião perdido

Parte que pode ser de destroços do voo MH370 foi encontrada por pescadores na costa sudeste da Tailândia. Desaparecimento do Boeing 777, com 239 pessoas a bordo, é um dos maiores enigmas da história da aviação civil.

Uma peça que pode ser de destroços de um avião da Malaysia Airlines foi encontrada neste sábado (23/01) por pescadores da província de Nakhon Si Thammarat, no sudeste da Tailândia. O pedaço gera especulações de que pode pertencer ao voo MH370, que desapareceu durante o voo de Kuala Lampur para Pequim em março de 2014.

Foto: AP
Foto: AP

Uma autoridade local descreveu o objeto como um grande pedaço de metal curvado. Moradores da região pediram então ajuda às autoridades para ajudar a identificá-lo, afirmou Tanyapat Patthikongpan, chefe do distrito de Pak Phanang.

“Os habitantes encontraram os destroços, que medem aproximadamente dois metros de largura e três de comprimento”, afirmou Patthikongpan, acrescentando que “pescadores disseram que [a peça] poderia estar no fundo do mar por no máximo um ano, julgando pelos crustáceos que estão sob eles”.

Caso seja confirmado, seria o primeiro pedaço achado do Boeing 777 – que fazia o voo MH370 – desde que destroços do avião foram encontrados perto da ilha de Reunião. A aeronave sumiu dos radares em 14 de março de 2014 com 239 pessoas a bordo. A peça de dois metros de comprimento era um flaperon. Essa parte da asa do avião foi examinada por especialistas franceses.

O desaparecimento do MH370 é um dos maiores enigmas da história da aviação civil. Investigadores acreditam que alguém pode ter deliberadamente desligado o transponder do MH370 antes de retirá-lo de sua rota original. A maioria dos passageiros era de nacionalidade chinesa.

Terra

Comentários

comentários